quarta-feira, 30 de novembro de 2011

A FÁBULA DO PORCO ESPINHO


Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos. Assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente. Mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso, decidiram se afastar uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados.
Então precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com alguém muito próximo
 podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. 
E assim sobreviveram. 

Moral da História
 
O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele no qual cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e admirar suas qualidades.


LER TODO O ARTIGO...

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

BANNER DO MEU OUTRO BLOG





LER TODO O ARTIGO...

DEIXE SEU RECADO




LER TODO O ARTIGO...

Omundo inteiro está cheio de pessoas.

O Senhor é minha luz e a minha salvação;
a quem temerei?
O Senhor é a força da minha vida;
de quem me recearei?.
Salmo 27.1




O mundo inteiro está cheio de pessoas.

Há pessoas caladas

que precisam de alguém para conversar.

Há pessoas tristes
que precisam de alguém que as conforte.



Há pessoas tímidas
que precisam de alguém que as ajude vencer a timidez.

Há pessoas sozinhas
que precisam de alguém para brincar.

Há pessoas com medo
que precisam de alguém para lhes dar a mão.

Há pessoas fortes
que precisam de alguém que as faça pensar
na melhor maneira de usarem a sua força.

Há pessoas habilidosas
que precisam de alguém para ajudar a descobrir
a melhor maneira de usarem a sua habilidade.

Há pessoas que julgam
que não sabem fazer nada e precisam de alguém
que as ajude a descobrir o quanto sabem fazer.

Há pessoas apressadas
que precisam de alguém para lhes mostrar
tudo o que não tem tempo para ver.

Há pessoas impulsivas
que precisam de alguém que as ajude a não magoar os outros.

Há pessoas que se sentem de fora
e precisam de alguém que lhes mostre o caminho de entrada.

Há pessoas que dizem
que não servem para nada e precisam de alguém
que as ajude a descobrir como são importantes.

Precisam de alguém
Talvez de ti ...

Para lhes falar sobre o amor de JESUS!!!!
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

VÍDEOS








LER TODO O ARTIGO...

SALMO 37

1 Não te enfades por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniqüidade.

2 Pois em breve murcharão como a relva, e secarão como a erva verde.

3 Confia no Senhor e faze o bem; assim habitarás na terra, e te alimentarás em segurança.

4 Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração.

5 Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.

6 E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu direito como o meio-dia.

7 Descansa no Senhor, e espera nele; não te enfades por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa maus desígnios.

8 Deixa a ira, e abandona o furor; não te enfades, pois isso só leva à prática do mal.

9 Porque os malfeitores serão exterminados, mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra.

10 Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; atentarás para o seu lugar, e ele ali não estará.

11 Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz.

12 O ímpio maquina contra o justo, e contra ele range os dentes,

13 mas o Senhor se ri do ímpio, pois vê que vem chegando o seu dia.

14 Os ímpios têm puxado da espada e têm entesado o arco, para derrubarem o poder e necessitado, e para matarem os que são retos no seu caminho.

15 Mas a sua espada lhes entrará no coração, e os seus arcos quebrados.

16 Mais vale o pouco que o justo tem, do que as riquezas de muitos ímpios.

17 Pois os braços dos ímpios serão quebrados, mas o Senhor sustém os justos.

18 O Senhor conhece os dias dos íntegros, e a herança deles permanecerá para sempre.

19 Não serão envergonhados no dia do mal, e nos dias da fome se fartarão.

20 Mas os ímpios perecerão, e os inimigos do Senhor serão como a beleza das pastagens; desaparecerão, em fumaça se desfarão.

21 O ímpio toma emprestado, e não paga; mas o justo se compadece e dá.

22 Pois aqueles que são abençoados pelo Senhor herdarão a terra, mas aqueles que são por ele amaldiçoados serão exterminados.

23 Confirmados pelo Senhor são os passos do homem em cujo caminho ele se deleita;

24 ainda que caia, não ficará prostrado, pois o Senhor lhe segura a mão.

25 Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão.

26 Ele é sempre generoso, e empresta, e a sua descendência é abençoada.

27 Aparta-te do mal e faze o bem; e terás morada permanente.

28 Pois o Senhor ama a justiça e não desampara os seus santos. Eles serão preservados para sempre, mas a descendência dos ímpios será exterminada.

29 Os justos herdarão a terra e nela habitarão para sempre.

30 A boca do justo profere sabedoria; a sua língua fala o que é reto.

31 A lei do seu Deus está em seu coração; não resvalarão os seus passos.

32 O ímpio espreita o justo, e procura matá-lo.

33 O Senhor não o deixará nas mãos dele, nem o condenará quando for julgado.

34 Espera no Senhor, e segue o seu caminho, e ele te exaltará para herdares a terra; tu o verás quando os ímpios forem exterminados.

35 Vi um ímpio cheio de prepotência, e a espalhar-se como a árvore verde na terra natal.

36 Mas eu passei, e ele já não era; procurei-o, mas não pôde ser encontrado.

37 Nota o homem íntegro, e considera o reto, porque há para o homem de paz um porvir feliz.

38 Quanto aos transgressores, serão à uma destruídos, e a posteridade dos ímpios será exterminada.

39 Mas a salvação dos justos vem do Senhor; ele é a sua fortaleza no tempo da angústia.

40 E o Senhor os ajuda e os livra; ele os livra dos ímpios e os salva, porquanto nele se refugiam.
LER TODO O ARTIGO...

Salmo 65 - Para combater tristezas e amarguras, ansiedade, depressão e desinteresse pela vida.

1 A ti, ó Deus, é devido o louvor em Sião; e a ti se pagará o voto.

2 ó tu que ouves a oração! a ti virá toda a carne.

3 Prevalecem as iniqüidades contra mim; mas as nossas transgressões, tu as perdoarás.

4 Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar a ti, para habitar em teus átrios! Nós seremos satisfeitos com a bondade da tua casa, do teu santo templo.

5 Com prodígios nos respondes em justiça, ó Deus da nossa salvação, a esperança de todas as extremidades da terra, e do mais remoto mar;

6 tu que pela tua força consolidas os montes, cingido de poder;

7 que aplacas o ruído dos mares, o ruído das suas ondas, e o tumulto dos povos.

8 Os que habitam os confins da terra são tomados de medo à vista dos teus sinais; tu fazes exultar de júbilo as saídas da manhã e da tarde.

9 Tu visitas a terra, e a regas; grandemente e enriqueces; o rio de Deus está cheio d’água; tu lhe dás o trigo quando assim a tens preparado;

10 enches d’água os seus sulcos, aplanando-lhes as leivas, amolecendo-a com a chuva, e abençoando as suas novidades.

11 Coroas o ano com a tua bondade, e as tuas veredas destilam gordura;

12 destilam sobre as pastagens do deserto, e os outeiros se cingem de alegria.

13 As pastagens revestem-se de rebanhos, e os vales se cobrem de trigo; por isso eles se regozijam, por isso eles cantam.
LER TODO O ARTIGO...
 
2009 Template Fada Outono|Templates e Acessórios